Meditação do Dia
Domingo, 21 de Setembro de 2014
Oração

"A prece exige prática, e deveremos lembrar-nos de que o talento não nasce com as pessoas." Texto Básico, p. 53



Muitos de nós entraram em recuperação sem qualquer experiência de rezar, e preocupados por não saberem as "palavras certas". Alguns de nós lembravam-se das palavras que havíam aprendido em criança, mas não tínham a certeza se ainda acreditávam nelas. Quaisquer que fossem as nossas origens, em recuperação esforçámo-nos por encontrar as palavras que melhor dissessem o que nos ia no coração. A primeira oração que ensaiamos costuma ser um simples pedido ao nosso Poder Superior, para que nos ajude a mantermo-nos limpos cada dia. Podemos pedir orientação e coragem, ou simplesmente rezar pelo conhecimento da vontade de Deus para nós e pelas forças para a realizar. Se virmos que estamos com dificuldades com as nossas orações, poderemos pedir a outros membros que partilhem connosco a forma como aprenderam a rezar. Quer rezemos por necessidade ou em alegria, o importante é prosseguirmos o esforço. As nossas orações serão moldadas pela nossa experiência com os Doze Passos e pela nossa concepção pessoal de um Poder Superior. À medida que se desenvolve a nossa relação com esse Poder Superior, sentimo-nos mais confortáveis a rezar. Com o tempo, a oração torna-se uma fonte de força e de conforto. É com vontade que procuramos regularmente essa fonte.


Só por hoje: Sei que rezar pode ser simples. Vou começar com o que sei e praticar.

<< início <<


© Só por hoje - Meditações diárias para adictos em recuperação
ISBN 1-55776-426-3 Portuguese 2/03
Associação Portuguesa de Narcóticos Anónimos
Copyright (c) 2003, NA World Services, Inc. Reprinted by permission. All rights reserved