Meditação do Dia
Sábado, 01 de Novembro de 2014
Despertar

"Deus ajuda-nos quando nos ajudamos uns aos outros." Texto Básico, p. 60



A nossa adicção levou-nos a pensar quase exclusivamente em nós próprios. Mesmo as nossas orações - se é que alguma vez rezámos - eram centradas em nós. Pedíamos a Deus que nos arranjasse coisas, ou que nos livrasse de problemas. Porquê? Porque não queríamos viver com os problemas que nós próprios criávamos. Sentíamo-nos inseguros. Julgávamos que o importante na vida era receber, e queríamos sempre mais. Em recuperação recebemos de facto mais - mais do que apenas não usar. O despertar espiritual que experimentamos ao praticar os Doze Passos revela-nos uma vida que nunca julgáramos possível. Não precisamos mais de nos preocupar se teremos o "suficiente", pois viemos a confiar num Poder Superior amantíssimo que vai ao encontro de todas as nossas necessidades diárias. Aliviados da nossa incessante insegurança, não vemos mais o mundo como um local onde competimos com os outros para a realização dos nossos desejos. Em vez disso, vemos o mundo como um local onde viver o amor que o nosso Poder Superior nos mostrou. As nossas orações não são para gratificação imediata; são para nos ajudar a ajudarmo-nos uns aos outros. A recuperação desperta-nos do pesadelo do egocentrismo, do conflito e da insegurança, que estão no centro da nossa doença. Despertamos para uma nova realidade: tudo aquilo que vale a pena ter só pode ser mantido se for partilhado.


Só por hoje: O meu Deus ajuda-me à medida que eu ajudo outros. Hoje vou procurar ajuda para partilhar o amor que o meu Poder Superior me deu, sabendo que essa é a forma de preservá-lo.

<< início <<


© Só por hoje - Meditações diárias para adictos em recuperação
ISBN 1-55776-426-3 Portuguese 2/03
Associação Portuguesa de Narcóticos Anónimos
Copyright (c) 2003, NA World Services, Inc. Reprinted by permission. All rights reserved